Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish

Núcleo de Estatística Aplicada traz problemas reais para a sala de aula

Núcleo de Estatística Aplicada traz problemas reais para a sala de aula

NEA está recebendo inscrições de instituições interessadas

 

nea logo

 

Aproximar alunos de Estatística de problemas reais oferecidos por empresas e pela sociedade em geral. Este é o principal objetivo do Núcleo de Estatística Aplicada (NEA), iniciativa do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos.

O Núcleo surgiu com a ideia de ser útil para os dois lados: os proponentes dos projetos têm, sem qualquer custo, suas questões analisadas por especialistas e a universidade aproveita as informações para aproximar os alunos de graduação dos problemas reais e alimentar bancos de dados para futuros estudos.

A cooperação pode ser feita de diversas formas. “O NEA é responsável por captar os projetos que são submetidos e analisar se cabem dentro de uma disciplina, de um trabalho de conclusão de curso, em uma iniciação científica ou mesmo em uma atividade de cultura e extensão. Tudo depende do tipo de dado, do tipo de análise, dos objetivos do projeto, do tempo disponível para isso e da disponibilidade de alunos ou supervisores para analisarem os dados”, explica Juliana Cobre, coordenadora do NEA e professora do ICMC.

Chamada aberta

chamada nea

Até o próximo dia 8 de julho, instituições interessadas em participar das iniciativas do Núcleo podem enviar seus projetos através do site do NEA. A chamada especial é voltada à área de Bioestatística. “A disciplina Bioestatística contém tópicos como razão de chances, riscos relativos, testes de homogeneidade e heterogeneidade, modificação de efeitos, meta análise, crossover, testes de diagnóstico e outras”, esclarece Juliana.

Os projetos aprovados pelo NEA serão utilizados na disciplina Bioestatística no segundo semestre deste ano. As aulas serão ministradas pela professora Mariana Cúri, do ICMC e pesquisadora do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI). A metodologia utilizada no curso é a Problem Based Learning, que tem eficácia comprovada e já foi utilizada em algumas disciplinas do ICMC.

A ideia é que os projetos selecionados nesta chamada sejam discutidos durante todo o semestre pelos alunos e os avanços sejam apresentados ao fim do estudo. Por isso, além de serem da área indicada, os projetos devem indicar algum representante que tenha disponibilidade de atender os alunos responsáveis pelo estudo durante o semestre. O NEA também exige que os proponentes forneçam os dados para utilização posterior, com preservação do sigilo, para que possam ser usados em outros estudos.

Até o dia 22 de julho, o NEA entrará em contato com os proponentes dos projetos selecionados para fornecer as informações adicionais e dar continuidade ao processo de aprovação.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Última modificação em Sexta, 28 Junho 2019 18:01