Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish

Presidente do Consórcio Europeu de Matemática na Indústria palestrou em São Carlos

Presidente do Consórcio Europeu de Matemática na Indústria palestrou em São Carlos

Adérito Araújo falou sobre a colaboração europeia em matemática industrial e aplicada

 

 

A convite de José Alberto Cuminato, diretor do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), Adérito Luís Martins Araújo, presidente do Consórcio Europeu de Matemática na Indústria (ECMI) esteve em São Carlos, na última sexta-feira (13), para a palestra Colaboração Europeia em Matemática Industrial e Aplicada.

“O ECMI é um consórcio de instituições acadêmicas e empresas industriais europeias que nos últimos anos esteve envolvido em inúmeros estudos e fóruns realizados internacionalmente, demonstrando que Modelagem, Simulação e Otimização são ferramentas para pesquisa e inovação e são chaves para alcançar uma vantagem competitiva e um catalisador para processos de inovação”, comentou Adérito.

O presidente do ECMI falou sobre a criação e dividiu experiências do Consórcio, bem como suas principais atividades e resultados obtidos na Europa.

Segundo ele, essa contribuição da matemática está longe de atingir seu auge e espera-se que os novos paradigmas relacionados à 4ª revolução industrial continuem a trazer oportunidades novas e desafiadoras. “Nesta apresentação, meu foco foi enfatizar a força única da matemática como ferramenta de transferência de tecnologia e discutir as estratégias do ECMI para os próximos anos”.

Adérito comentou ainda sobre vários relatórios apontando que o sucesso de um país está muito relacionado ao sucesso da matemática. “O impacto que a matemática tem nos países mais desenvolvidos é muito grande, no entanto, essa escala, muitas vezes, não parece visível porque quando olhamos para um produto tecnológico, por exemplo como um aparelho celular, não o imaginamos como um produto matemático ou seja, os algoritmos que fazem um celular funcionar são tão ou mais importantes para que aparelho seja bom do que o próprio software e nem sempre esses produtos são vistos como produto matemático. Na Europa, já estamos desenvolvendo um selo que queremos colocar em todos os produtos para que as pessoas percebam que aquilo é um produto matemático e tenham a consciência da sua importância”.

“O ECMI foi criado em 1985 e trabalha para difundir a utilização das Ciências Matemáticas no setor produtivo no âmbito dos países da comunidade europeia, contando portanto, com mais de 30 anos de experiência nessa atividade”, comentou José Alberto Cuminatto.

“O CeMEAI propugna pelos mesmos objetivos, sempre buscamos aprender com quem já tem uma larga vivência dessas atividades. O professor Adérito já foi vice-presidente por dois anos do ECMI e será presidente por três anos, dos quais dois já se foram. Sua visita muito nos honra pois nos permite aprender com as práticas do ECMI e também mostrar a ele o que o CeMEAI vem fazendo, podendo verificar in loco os avanços que temos feito, os projetos que temos para o futuro e onde o ECMI e CeMEAI podem colaborar para novos avanços”.

No Brasil para participar da CNMAC 2019, o presidente do ECMI disse ainda que a matemática brasileira é vista com grande potencialidade lá fora e que o CeMEAI segue os passos de grandes estruturas nacionais da Europa. “Podemos trabalhar em colaboração, temos duas publicações- como guias práticos, que podem contribuir e, de forma direta, podemos articular participações por intermédio de eventos do CeMEAI ou ECMI, como os Study Groups”, finalizou Adérito.

 

Sobre o ECMI

O Consórcio Europeu de Matemática na Indústria (ECMI) é um consórcio de instituições acadêmicas e empresas industriais que atua em cooperação com os objetivos de promover e apoiar o uso de modelagem matemática, simulação e otimização em qualquer atividade de importância social ou econômica. Educar matemáticos industriais para atender à crescente demanda por esses especialistas. Operar em escala europeia.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Última modificação em Quarta, 18 Setembro 2019 13:48