Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish

Inteligência Artificial para criar novas tecnologias e gerar vidros não existentes

Este é o objetivo de um dos projetos desenvolvidos entre os CEPIDs CeMEAI e CeRTEV

 

O Centro de Pesquisa, Educação e Inovação em Vidros (CeRTEV) e o Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), ambos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) - financiados pela FAPESP e localizados em São Carlos, SP, estão trabalhando juntos no desenvolvimento de novas tecnologias que irão gerar vidros não existentes.

No ano passado, o coordenador do CeRTEV, Edgar Zanotto, deu início a parceria que já obteve resultados na área de Estatística com soluções para modelar a viscosidade do material. Agora, a intenção é utilizar a Inteligência Artificial para prever outras propriedades dos vidros. Assista ao vídeo:

 

Inteligência Artificial para criar novas tecnologias e gerar vidros não existentes

Dois Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP se uniram para melhorar pesquisas na área de vidros. Confira o desenvolvimento e os possíveis resultados da parceria entre CEPID - CeMEAI e CERTEV: https://goo.gl/k2zw6e

Posted by CEPID - CeMEAI on Wednesday, February 28, 2018

Pesquisa desenvolve modelos matemáticos para controlar epidemias

O estudo pode orientar as ações da rede de saúde

 

Pesquisa desenvolve modelos matemáticos para controlar epidemias

Um estudo desenvolvido por pesquisadores do CEPID - CeMEAI investiga modelos matemáticos que podem ajudar nas ações de controle de doenças. Entenda: https://goo.gl/xdxXBo

Posted by CEPID - CeMEAI on Wednesday, January 17, 2018

 

Modelar a propagação de epidemias onde as pessoas interagem em diferentes meios é o principal objetivo de uma pesquisa desenvolvida com o apoio do CEPID-CeMEAI. O pesquisador Francisco Rodrigues, também professor do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC-USP), de São Carlos é o coordenador deste estudo que investiga modelos matemáticos visando, entre outras aplicações, auxiliar em ações de controles epidemiológicos.

O trabalho realizado em cooperação com Guilherme Ferraz de Arruda, também do ICMC-USP, Emanuele Cozzo e Yamir Moreno, da Universidade de Zaragoza, na Espanha, e Tiago P. Peixoto, da Universidade de Bath, no Reino Unido apresenta uma formulação contínua de propagação de epidemia em redes multicamadas.

“Mostramos numericamente a existência de localização da doença e o surgimento de dois ou mais picos de susceptibilidade, que são caracterizados analiticamente e numericamente através da proporção de participação inversa. Em desacordo com o que é observado em redes de camada única, mostramos que a localização da doença ocorre nas camadas e não nos nós de uma determinada camada”, explica Francisco.

A pesquisa relata ainda um fenômeno interessante: o efeito de barreira; para uma configuração de três camadas, quando a camada com o autovalor mais baixo está localizada no centro da linha, ele pode efetivamente agir como uma barreira à doença. Trata-se de uma abordagem matemática unificadora do contágio de doenças, abrindo novas possibilidades para o estudo dos processos de disseminação.

O estudo teve início há quatro anos e ganhou destaque em artigo publicado em 2 de fevereiro do ano passado na "Physical Review X". Neste momento, a pesquisa evolui para modelos mais precisos onde seja possível, por exemplo, propor políticas de vacinação que podem funcionar com muita eficácia na sociedade. “Com um conjunto de dados cada vez maior e eficiente será possível apontar com exatidão como agir e o tempo necessário para conter uma epidemia o mais rápido possível”, completou Francisco.

O foco atual do trabalho são pessoas e cidades, no entanto, o mesmo estudo pode ser aplicado a animais e rumores na internet. Saiba mais.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

jornal da usp

O Brasil é um país de dimensões continentais e com uma população que possui variadas habilidades e biotipos. Tais características o tornam mundialmente conhecido como um “celeiro” de talentos para as mais diversas modalidades esportivas. Isso é ótimo para o esporte brasileiro, mas cria uma dificuldade para clubes e profissionais: é difícil (e caro) percorrer enormes distâncias para encontrar “aquele” talento para “tal” ou “qual” modalidade.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

Projeto iSports é atração na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Evento ocorreu neste ano em Cuiabá e teve como tema “A matemática está em tudo”

 

isports

Alexandre Maiorano (em pé, à direita) apresentou o sistema na SNCT

 

Com o principal objetivo de aproximar Ciência e Tecnologia da população, ocorreu entre 23 e 26 de outubro, em Cuiabá, Mato Grosso, a 14ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia Inovações e Comunicações (MCTIC).

Um dos projetos de maior destaque desenvolvido no CEPID-CeMEAI, por intermédio do pesquisador e coordenador de Transferência de tecnologia Francisco Louzada Neto – o iSports, que identifica talentos esportivos, foi apresentado no evento.

O aluno de doutorado de Louzada Neto, Alexandre Maiorano, ministrou a oficina “Você é bom no futebol? Teste as suas habilidades!”. Durante a oficina, alunos de ensino médio de escolas de Cuiabá foram testados quanto as habilidades neste esporte. Os trabalhos ocorreram na Arena Pantanal e contaram com a participação de vários docentes e alunos dos Departamentos de Matemática e Estatística da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT).

“Ficamos surpresos com a receptividade, tanto dos docentes da UFMT, quanto dos alunos do ensino médio, que ficaram muito empolgados com os resultados obtidos”, comentou Maiorano.

A SNCT tem o objetivo de aproximar a Ciência e Tecnologia da população, promovendo eventos que congregam centenas de instituições a fim de realizarem atividades de divulgação científica em todo o país. A ideia é criar uma linguagem acessível à população, por meios inovadores que estimulem a curiosidade e motivem a população a discutir as implicações sociais da Ciência, além de aprofundarem seus conhecimentos sobre o tema.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

jornal da usp

O programa Ambiente É o Meio desta semana entrevistou o professor Francisco Louzada Neto do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), Campus da USP em São Carlos.

No programa, o professor fala sobre o projeto criado através do Centro de Ciências de Matemática e Estatística Aplicada a Indústrias (CeMAI) de um sistema de gestão de resíduos sólidos para a Cooperativa Socioambiental Reenvolta de São Carlos.

 

CLIQUE AQUI para ouvir o programa!

 

globo

 

 

Alexandre Henderson participa de um treinamento de futebol com uma galerinha muito jovem e tem seu desempenho analisado por um programa que usa a Matemática para descobrir novos talentos. Os números não mentem na hora de revelar os futuros craques! Será que o Alexandre é mesmo bom de bola?

 

CLIQUE AQUI para assistir à reportagem!

eptv logo

 

Uma tecnologia desenvolvida por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) em São Carlos (SP) promete ajudar os municípios a gerenciar melhor a destinação do lixo. O software fornece uma série de dados, como horários de descarte e tipos de materiais mais comuns em cada bairro, está sendo testado em Matão e já despertou o interesse de outras prefeituras.

 

CLIQUE AQUI para assistir à reportagem!

logo sbf

 

O estudo de redes tem uma gama de aplicações que impressiona: as mesmas estratégias podem permitir a investigação do fluxo de saída de pessoas num estádio de futebol, as conexões entre neurônios no cérebro e a transmissão da dados via internet, para citar apenas três exemplos.

Agora, um grupo de pesquisadores do Brasil e da Europa usou as ferramentas matemáticas das redes para estudar epidemiologia, ao formular como uma doença pode se espalhar em uma população em termos das redes de contágio que as pessoas formam entre si.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

 

Semana começa com workshop Advances in Complex Systems no ICMC

Evento conta com a participação do professor Yamir Moreno da Universidade de Zaragoza

 

tratada 1 3tratada 2

                      Professor Yamir Moreno (último sentado à direita) fica em São Carlos                           Pesquisador foi convidado pelo professor Francisco Rodrigues                                                                                                              até dia 18 de abril                                                                                                                            (à esquerda)

 

O professor Yamir Moreno, da Universidade de Zaragoza, está visitando o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP/São Carlos até o dia 18 de abril. Ele vem a convite do professor e pesquisador do CEPID-CeMEAI Francisco Rodrigues e é um dos principais pesquisadores em redes complexas da atualidade, com mais de 20.000 citações e fator h 55. 

Aproveitando a presença do professor visitante, de hoje (10/04) até quarta-feira (12/04), um workshop foi organizado para alunos e professores interessados no tema. Veja o cronograma na página do evento.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ag fapesp logo alt

 

Pesquisadores do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) apoiados pela FAPESP, em parceria com a Reenvolta – cooperativa de trabalho de profissionais na área socioambiental –, desenvolveram um sistema para a gestão de resíduos sólidos testado com sucesso pela prefeitura de Matão, em São Paulo.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

Página 3 de 7