Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish

Pesquisadores do CeMEAI participam de projeto finalista de prêmio da ANP

Vencedores foram divulgados na última semana

 

louzada anp

 

O Palácio do Itamaraty do Rio de Janeiro recebeu, na quinta-feira da última semana (28/11), a cerimônia de entrega do Prêmio ANP de Inovação Tecnológica 2019. O evento da Agência Nacional do Petróleo condecorou projetos de pesquisa que representam inovação tecnológica para o setor de petróleo, gás natural e biocombustíveis, desenvolvidos no Brasil por instituições de pesquisa credenciadas pela ANP, empresas brasileiras e empresas petrolíferas.

Entre os trabalhos finalistas estava o projeto Annelida – Unidade robótica remotamente controlada para quebra de hidratos e remoção de parafinas sem sonda em dutos rígidos e em linhas flexíveis não pigáveis. O Annelida contou com a participação de três pesquisadores do Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CEPID-CeMEAI): Francisco Louzada, professor do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos e Coordenador de Transferência de Tecnologia do Centro, José Alberto Cuminato, também do ICMC e diretor do Centro, e Vera Tomazella, professora da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

O estudo chegou à final da Categoria I, que contemplava projetos desenvolvidos exclusivamente por instituições credenciadas, em colaboração com empresas petrolíferas, na área temática geral “Exploração e Produção de Petróleo e Gás”, e tinha como ideia principal desenvolver um robô para a limpeza dos dutos de captação de petróleo do pré-sal.

Além da equipe do ICMC/USP, o projeto também contava com membros do SENAI de Florianópolis/SC, do SENAI de São Leopoldo/RS e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

O Annelida ajudará a Petrobras a reduzir perdas estimadas em bilhões de reais na substituição de dutos danificados e em lucros cessantes decorrentes da operação. O petróleo extraído do pré-sal sai do solo a uma temperatura de 60 a 70 graus C, mas vai se resfriando ao passar pelo oceano, um percurso de até 7 quilômetros, podendo chegar à temperatura de quatro graus. Esse resfriamento faz com que o óleo vá se solidificando e liberando hidratos e parafinas, que aderem à parede do duto, podendo entupi-lo. A iniciativa está em fase de desenvolvimento e deve ser testado em 2020.

“Foi uma experiência incrível trabalhar com a Petrobras e com essa equipe no desenvolvimento de uma ferramenta que poderá ser utilizada para melhorar um processo importante na extração do petróleo, tendo impacto econômico, científico e social. Também considero muito importante a nossa participação em um evento como esse e o reconhecimento por parte da ANP. Isso mostra que estamos desenvolvendo pesquisas no caminho certo”, comemora Louzada.

O resultado final da premiação das cinco categorias pode ser conferido no site do Prêmio ANP de Inovação Tecnológica 2019.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Divulgados os títulos das palestras do workshop “O Cientista do Século XXI”

Evento ocorrerá no IMECC/Unicamp em 15 e 16 de agosto com principais nomes da Ciência

 

imecc 2

 

Os organizadores do workshop “O Cientista do Século XXI”, que ocorrerá nos dias 15 e 16 de agosto, no IMECC/Unicamp/Campinas, divulgaram os títulos e resumos das palestras que serão ministradas pelos principais nomes da Ciência do Brasil e do exterior.

Desafios para a Ciência Brasileira no Século XXI, Inovando na Matemática e suas Aplicações no Brasil, Reflexões de uma Matemática Industrial, Como a Matemática e a Inteligência Artificial se influenciam mutuamente são alguns dos temas que serão debatidos pelos especialistas de Instituições como USP, Serrapilheira, Fapesp, Unicamp, entre outras.

Com apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), o evento contará com participação de alguns de seus pesquisadores. João de Azevedo, presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) falará sobre Uma Perspectiva sobre a Formação de Pesquisadores e o Fomento da Pós-Graduação.

Já o diretor, José Alberto Cuminato ministrará palestra sobre As Ciências Matemáticas: contribuição para o desenvolvimento tecnológico.

A organização é do também pesquisador do CeMEAI e professor do IMECC/Unicamp Carlile Lavor.

Confira a programação completa, com os palestrantes, títulos e resumos das apresentações acessando a página oficial do evento, que tem como principal objetivo discutir o papel do cientista brasileiro frente às grandes mudanças atuais.

Podem participar alunos, docentes, pesquisadores e interessados no tema.

A participação é gratuita e as inscrições podem ser feitas neste formulário. Mais informações podem ser obtidas no site do IMECC.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

jornal da usp

No dia 18 de outubro, o Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (Cemeai) promoveu uma reunião com líderes de institutos da USP e da Secretaria Municipal de Saúde de Bauru para definir ações conjuntas em ensino e pesquisa na rede de saúde de atendimento à população.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

Encontro em São Paulo busca desenvolver cooperação entre CEPIDs

Evento contou com a participação de representantes do CEM, do NEV e do CeMEAI

 

reuniao

 

No último dia 8 de agosto, três Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) da FAPESP se reuniram para fomentar a interação entre as instituições. O Núcleo de Estudos da Violência (NEV), em São Paulo, recebeu pesquisadores do Centro de Estudos da Metrópole (CEM) e do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) em um encontro que tinha por objetivo apresentar os trabalhos de cada Centro e buscar desenvolver estudos em conjunto.

“O NEV surgiu em um momento em que o Brasil passava por um processo de redemocratização e a violação de direitos se tornava um tema central. Diante desta perspectiva inicial, fizemos vários estudos relacionados a violência e criminalidade de um ponto de vista mais amplo e, graças ao trabalho do NEV, alguns institutos e ONGs foram criados – como o Instituto São Paulo Contra a Violência, responsável pelo Disque-Denúncia”, conta Marcelo Nery, pesquisador do NEV.

Também sediado em São Paulo, o CEM é outro CEPID que se concentra em estudos sociais. “Temos nos especializado nos estudos sobre desigualdade e as formas de segregação nas metrópoles. Temos estudado, basicamente, os efeitos de fenômenos socioeconômicos e de políticas públicas sobre a desigualdade nos espaços metropolitanos”, explica Marta Arretche, diretora do CEM.

No encontro, foram discutidas possibilidades de aplicação das capacidades dos CEPIDs em trabalhos já desenvolvidos por eles e na criação de novos estudos. Antes da reunião, o CeMEAI já havia iniciado contatos com os outros Centros, realizando estudos preliminares com dados fornecidos pelo CEM e NEV. “Marcelo Nery, do NEV, e Rogério Barbosa, do CEM, forneceram dados para analisarmos. Iniciamos estudos preliminares com os dados do Marcelo, pois já possuíamos ferramentas para processar e analisar tal tipo de dado. Pretendemos agora iniciar estudos envolvendo os dados fornecidos pelo CEM. Essa foi a primeira reunião com os três CEPIDs, reunindo um número expressivo de membros dos três Cepids”, destaca Luis Gustavo Nonato, pesquisador do CeMEAI. Além dele, representaram o Centro os pesquisadores Jorge Bazán e Pablo Rodríguez e o diretor José Alberto Cuminato.

Os representantes dos Centros se mostraram animados depois do encontro. “É importante somar esforços. Os CEPIDs têm diferentes forças e diferentes fraquezas, e a ideia é a gente vir a produzir projetos relevantes com base na cooperação interdisciplinar”, comemora Marta. “É fundamental entender a dinâmica espaço-temporal dos fenômenos e entender quais são os fatores que interferem nessa dinâmica. Então, a união dos CEPIDs nessa perspectiva é fundamental”, complementa Nery.

Nonato também destaca a importância da conexão entre os Centros e cita os desafios da cooperação. “Não é uma interação fácil, porque mesmo a comunicação verbal não é a mesma, o linguajar que a gente usa não é o mesmo que o deles. A expectativa é grande e os desafios ainda maiores, mas acredito que essa união tem um potencial muito grande”, finaliza.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

CeMEAI é destaque em revista internacional

Publicação é da Sociedade Americana de Matemática

 

capa02

 

A edição de número 64 da Notices of the American Mathematical Society, uma das revistas voltadas a matemáticos mais lidas no mundo, traz um artigo que apresenta o Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CEPID-CeMEAI) aos mais de 30 mil pesquisadores que recebem a publicação mensalmente.

O artigo que destaca o CEPID-CeMEAI é de autoria de José Alberto Cuminato, diretor da entidade, e dos pesquisadores Ernesto Birgin, José Mario Martínez e Tiago Pereira, associados ao centro. “Certamente, é uma divulgação muito importante, porque essa revista é distribuída no mundo inteiror e seus leitores são especialistas da área de matemática. Essa divulgação do CeMEAI irá tornar o grupo e suas atividades mais conhecidos, o que, em geral, reforça nosso prestígio junto à comunidade e contribui para que novos projetos e colaborações se viabilizem”, comemora Cuminato.

Além de apresentarem o Centro, os pesquisadores também citam alguns trabalhos desenvolvidos: o Packmol, programa de computador que cria configurações iniciais para simulações de dinâmica molecular, o software PUMA e a sincronização de sistemas complexos. Confira o artigo na íntegra:

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

CeMEAI é apresentado em workshop no Japão

Evento ocorreu durante visita de avaliação das cidades-sede para o ICIAM 2023

 

0329 IMG 8874

 

O diretor do CEPID-CeMEAI José Alberto Cuminato participou de duas atividades internacionais junto ao Conselho Internacional de Matemática Aplicada e Industrial (ICIAM) onde é diretor tesoureiro. Acompanhado da presidente Prof. Maria J. Esteban e dos também membros diretores da Organização Prof. Barbara Lee Keyfitz e Prof. Sven Leyffer, a comissão viajou a Seul, na Coreia do Sul, e Tóquio, no Japão, para uma visita técnica a estas cidades finalistas e que concorrem para sediar o ICIAM de 2023.

O Congresso ocorre a cada quatro anos e cumpre uma série de protocolos. Entre eles, as vistorias dos locais onde serão realizados, bem como toda infraestrutura para os participantes. “Essa comissão tem como objetivo confirmar as informações descritas nas propostas apresentadas pelas cidades concorrentes”, explicou Cuminato.

Na sequência, cada membro da comissão apresenta relatórios para a decisão final do Conselho, que ocorrerá em maio deste ano.

Durante as visitas, são trocadas experiências sobre os projetos que estão sendo desenvolvidos internacionalmente. E em um workshop, promovido em Tóquio, o CeMEAI foi apresentado ao grupo. “Falamos sobre a estrutura do nosso CEPID, sobre as principais pesquisas e resultados obtidos junto à matemática aplicada às indústrias”, comentou Cuminato.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Diretor do CEPID-CeMEAI participa de workshop internacional no Rio de Janeiro

Evento é realizado no IMPA e vai até a próxima sexta-feira

 

poti impa2

 

Na manhã desta terça-feira (24), o diretor do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CEPID-CeMEAI), José Alberto Cuminato, apresentou as atividades do Centro aos participantes do workshop “Promovendo colaboração em Probabilidade e Matemática Aplicada”. 

O evento está sendo realizado desde ontem (23) no Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), no Rio de Janeiro, e é feito em parceria com a Universidade de Bath, do Reino Unido. Ao todo, seis instituições marcam presença no workshop. Além da Universidade de Bath e do próprio IMPA, a USP, a UNESP, a UFPR e a UFRJ também têm representantes no evento.

“Este evento é importante porque representa uma oportunidade real de interação presencial entre vários pesquisadores da Universidade de Bath e da comunidade brasileira de ciências matemáticas aplicadas à indústria. É também uma oportunidade para a comunidade brasileira de conhecer um dos CDT (Center for Doctoral Training) do Reino Unido, uma nova iniciativa das agências de fomento inglesas para promover a formação de doutores em áreas interdisciplinares e a cooperação com a indústria. Essa é uma iniciativa que o CeMEAI gostaria de difundir e de fomentar sua implementação em seu domínio”, declarou Cuminato.

As atividades do workshop se estendem até a sexta-feira (27). No total, serão 29 apresentações e duas manhãs dedicadas inteiramente a debates e colaborações. A programação completa está disponível no site do IMPA, assim como os resumos das apresentações.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Diretor do CeMEAI participa de colóquio no IMECC da Unicamp

Evento quinzenal tem palestras sobre aplicações da matemática

 

IMG 4536IMG 4570

 

O diretor do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CEPID-CeMEAI), José Alberto Cuminato, foi o palestrante convidado do Colóquio do IMECC (Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica), da UNICAMP, nesta quinta-feira (5). “O evento é promovido de 15 em 15 dias com objetivo de integrar os cursos, alunos e docentes do Instituto. As palestras discutem pesquisas e aplicações da matemática”, explica Carlile Lavor, vice-diretor do IMECC.

Em sua apresentação, Cuminato falou sobre os objetivos, criação e trabalho no CeMEAI e algumas das experiências obtidas junto à indústria. Os participantes interagiram tirando dúvidas sobre os projetos desenvolvidos pelo Centro.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira- Comunicação CeMEAI

Mais Informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Atividades do CeMEAI são apresentadas para alunos de graduação do ICMC

José Alberto Cuminato falou sobre oportunidades de pesquisa e trabalho

 

O trabalho desenvolvido pelo Cepid CeMEAI foi tema de uma apresentação voltada para alunos de três turmas de Sistemas de Informação, na disciplina Seminários de Computação, do ICMC (Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação).

O intuito da palestra, ministrada pelo diretor do Centro, José Alberto Cuminato, foi demonstrar os objetivos e atividades deste projeto, financiado pela FAPESP, e que há dois anos, vem obtendo resultados positivos diante da principal proposta que é promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial.

Depois de falar sobre os propósitos do Cepid, suas áreas de atuação e principais pesquisas em andamento, Cuminato mostrou oportunidades aos alunos diante do potencial a ser explorado na sinergia entre a produção teórica e a indústria brasileira.

“Um dos principais objetivos dessa disciplina é trazer essa visão mais holística sobre a colaboração da pesquisa e seus impactos para a sociedade”, comentou o professor José Carlos Maldonado, que, junto à professora Rosana Vaccare Braga, promoveu a palestra.

IMG 3911IMG 3865

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP. O CeMEAI é especialmente adaptado e estruturado para promover o uso de ciências matemáticas (em particular matemática aplicada, estatística e ciência da computação) como um recurso industrial.

As atividades do Centro são realizadas dentro de um ambiente interdisciplinar, enfatizando-se a transferência de tecnologia e a educação e difusão do conhecimento para as aplicações industriais e governamentais. As atividades são desenvolvidas nas áreas de Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software. 

Além do ICMC, o CEPID-CeMEAI conta com outras seis instituições associadas: o Centro de Ciências Exatas e Tecnologia da Universidade Federal de São Carlos (CCET-UFSCar); o Instituto de Matemática Estatística e Computação Científica da Universidade Estadual de Campinas (IMECC-UNICAMP); o Instituto de Biociências Letras e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista (IBILCE-UNESP); a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista (FCT-UNESP); o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE); e o Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo (IME-USP).

Raquel Vieira - Assessoria CEPID-CeMEAI

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

CeMEAI é representado em encontro com acadêmicos na Inglaterra

Diretor José Alberto Cuminato falou sobre as experiências compartilhadas no seminário

 

O Integrative Think Tank (ITT3) é um tradicional seminário realizado na Universidade de Bath, ao sudoeste da Inglaterra, e que, em janeiro desde ano, reuniu quase 90 participantes entre estudantes e acadêmicos das áreas de Ciências Matemáticas, Engenharia Mecânica e Ciência da Computação. Como convidadas, estavam as universidades de Exeter, Torino, Chalmers e USP/São Carlos, representada por José Alberto Cuminato, diretor do Cepid CeMEAI.

Sempre primando pela interação com a indústria no intuído de oferecer soluções, os parceiros do ITT3 foram as empresas Met Office, GKN e Airbus que apresentaram uma série de problemas. Entre eles, concepção e uso de materiais, a influência do vento solar no clima e até a reconstrução de dados sobre as geleiras do Polo Norte. Os participantes trabalharam em equipes a fim de analisar estes problemas em abordagens matemáticas.

A Universidade de Bath é uma das parceiras do Cepid CeMEAI através de um convênio envolvendo as pesquisas. “Nossa participação no ITT é muito importante para nos auxiliar com parâmetros de como os problemas da indústria são tratados em outros renomados centros acadêmicos”, observou Cuminato.

Ainda segundo ele, o modelo do evento é bastante interessante na medida em que problemas apresentados pelos parceiros industriais no primeiro dia, vão sendo lapidados e depurados durante a semana, com a participação intensa dos alunos iniciantes do doutorado, na busca de um projeto a ser perseguido nos próximos anos. “Desta forma, os projetos de doutorado desses alunos acabam sendo executados em problemas de interesse direto das industrias o que pode resultar em empregos de melhor qualidade ao final do curso. Pretendemos usar este formato de seminário também aqui, já estamos nos organizando e selecionando as empresas. E esta forma de encontrar temas para os doutorandos também é um modelo que podemos implementar, alertando para a necessidade de produzir uma matemática útil e que não se transforme apenas em volumes de bibliotecas”, finalizou.

ITT3 x3x

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP. O CeMEAI é especialmente adaptado e estruturado para promover o uso de ciências matemáticas (em particular matemática aplicada, estatística e ciência da computação) como um recurso industrial.

As atividades do Centro são realizadas dentro de um ambiente interdisciplinar, enfatizando-se a transferência de tecnologia e a educação e difusão do conhecimento para as aplicações industriais e governamentais. As atividades são desenvolvidas nas áreas de Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC, o CEPID-CeMEAI conta com outras seis instituições associadas: o Centro de Ciências Exatas e Tecnologia da Universidade Federal de São Carlos (CCET-UFSCar); o Instituto de Matemática Estatística e Computação Científica da Universidade Estadual de Campinas (IMECC-UNICAMP); o Instituto de Biociências Letras e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista (IBILCE-UNESP); a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista (FCT-UNESP); o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE); e o Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo (IME-USP).

Raquel Vieira - Assessoria CEPID-CeMEAI

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Página 1 de 2