Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish
g1

 

Uma plataforma desenvolvida por pesquisadores da USP e da Unesp que utiliza matemática e inteligência artificial para analisar dados da Covid-19 e predizer o avanço da doença no estado de São Paulo prevê que a taxa de transmissão do novo coronavírus está acima de 1,7 na região de Campinas (SP).

 

CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa!

globo

 

Especialistas alertam para colapso do sistema de saúde da capital nas próximas semanas.

 

CLIQUE AQUI para assistir à reportagem!

globo

 

Sábado foi de movimento intenso nas ruas do centro de São Paulo.

 

CLIQUE AQUI para assistir à reportagem!

globo

 

Aumento foi de quase 150%, em relação à última semana. 

 

CLIQUE AQUI para assistir à reportagem!

galileu logo

 

Ferramenta baseada em inteligência artificial foi desenvolvida por pesquisadores da USP e ajuda a entender o que leva certos crimes a ocorrer mais em determinadas regiões.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

jovem pan

 

A última atualização do projeto SP Covid-19 Info Tracker mostra nesta terça-feira, 1º, que 15 das 22 regiões do Estado de São Paulo registram taxa de transmissão (Rt) da Covid-19 acima de 1, o que significa um aumento no potencial da disseminação do vírus. De acordo o levantamento, a região de Ribeirão Preto é a mais preocupante, com um número de reprodução do coronavírus de 2,05 e com um alerta de possível aumento no número de casos nos próximos dias. O Info Tracker conta com pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (UNESP), Universidade de São Paulo (USP) e CEPID-FAPESP CeMEAI (Centro de Ciências Matemáticas aplicadas à Indústria), e com o apoio da FAPESP.

 

CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa!

jovem pan

 

As internações pela Covid-19 aumentaram em 79% dos hospitais privados de São Paulo nos últimos 15 dias, segundo um levantamento realizado pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (SindHosp). Atualmente, a ocupação média dos leitos de UTI destinados aos pacientes com o coronavírus é de 84%. Ou seja, 40% dos leitos de UTI disponíveis estão sendo destinados para atendimento à Covid-19. A pesquisa do SindHosp apontou, também, que 67% desses hospitais declararam ter capacidade de aumentar o número de leitos, caso necessário. No último levantamento, feito entre 16 e 29 de novembro, 44,5% dos hospitais haviam respondido que tiveram aumento das internações pelo novo coronavírus. 

 

CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa!

globo

 

Estimativa é de um sistema desenvolvido por pesquisadores da Unesp.
 
 

CLIQUE AQUI para assistir à reportagem!

Página 3 de 23