Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish

Marcelo Viana, do IMPA, apresentará Seminário de Coisas Legais

“Arte e Matemática” é o tema do evento que ocorrerá nesta quarta-feira (16)

 

marcelo viana

Créditos da imagem: IMPA

 

Pela primeira vez, desde que foi criado, o Seminário de Coisas Legais, ocorrerá em uma quarta-feira e não às sextas, como de costume. O motivo é que os organizadores irão aproveitar a Aula Magna de Marcelo Viana, Diretor do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) no ICMC/USP.

A apresentação no Seminário, intitulada Simetria: encontro da Arte com a Matemática, terá início às 11h11, no auditório Fernão Stella de Rodrigues Germano, no bloco 6 do ICMC.

Confira o resumo da apresentação: Matemática e arte têm muito em comum. No entanto, algumas das manifestações mais badaladas da matemática na produção artística (tais como certas ocorrências mais ou menos hipotéticas da razão áurea) não são particularmente profundas. Focarei um tópico em que as intuições artística e matemática se encontram de modo realmente efetivo: simetria.

O evento é aberto ao público interessado e não é necessária prévia inscrição.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira- Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Projeto apoiado pelo CeMEAI com gestantes é selecionado em chamada do SUS

Coordenado por Gleici Perdoná, estudo auxilia com instrumento que mede a atividade física

 

frame gleici

 

 

O projeto “Assistente virtual para gestantes: acompanhamento da atividade física”, que tem o apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) e é coordenado pela Professora Gleici da Silva Castro Perdoná, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP-USP), foi uma das 15 propostas selecionadas pelo Governo do Estado de São Paulo, por intermédio da FAPESP, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, o Ministério da Saúde (MS) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), para o Programa de Pesquisa para o SUS: Gestão Compartilhada em Saúde – PPSUS.

Lançada em dezembro de 2018, a chamada visa apoiar atividades de pesquisa, mediante o aporte de recursos financeiros a projetos que promovam o desenvolvimento científico, tecnológico ou de inovação da área de saúde visando ao fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) no estado de São Paulo.

A chamada contempla três grandes eixos e linhas temáticas, considerados áreas prioritárias: Redução da morbimortalidade por doenças e agravos prioritários no Estado de São Paulo; Gestão de Sistemas de Saúde e Tecnologia e inovação no SUS.

O trabalho coordenado por Gleici está relacionado ao terceiro item, no tema “Incorporação de tecnologias de comunicação na saúde (incluindo tecnologias móveis)” na linha temática: “Pesquisa aplicada de campo com fins tecnológicos”.

“Este projeto tem como objetivo desenvolver um assistente virtual, em língua portuguesa, com exemplos de funcionalidades de gestão da saúde para monitoramento de medida da Atividade Física para gestantes atendidas pelo SUS na cidade de Ribeirão Preto-SP”, explicou Gleici.

Segundo a pesquisadora, os métodos utilizados serão desenvolvidos em duas etapas. “Essas etapas incluem a construção de instrumento indireto (questionário) para quantificar a atividade física e a construção do assistente virtual para o monitoramento e validação do instrumento tipo acelerômetro”.

“Esse estudo se justifica pela ausência de um instrumento válido no Brasil voltado especificamente para gestantes brasileiras atendidas pelo SUS, o que dificulta para os profissionais de saúde quantificar realmente o nível de atividade física nessa população. Portanto, é importante a construção de instrumentos que possam caracterizar como uma determinada população (gestantes atendidas pelo SUS) se encontra em termos de Atividade Física (sedentária ou ativa) para poder definir possíveis fatores de risco para desfechos na gravidez de forma a contribuir para melhoria da saúde da mulher e do bebê”, esclareceu.

“Esse projeto aprovado envolve uma importante interface entre a tecnologia e a saúde. Agradeço a colaboração e apoio do CEPID/CEMEAI para as pesquisas nesta área que teve papel fundamental para alcançar mais este resultado positivo”.

Gleici tem outras pesquisas que usam estatística para reduzir mortalidade materna e perinatal.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Conheça os programas de educação corporativa do CeMEAI

Centro conta com iniciativas acadêmicas voltadas para empresas

 

educa corpora

 

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) surgiu dentro do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos com um objetivo claro: fomentar estudos em Ciências Matemáticas dentro de universidades e aplicá-los em ambientes industriais, aproximando a academia do mercado, focando na transferência de tecnologia e ajudando a desenvolver a área no Brasil.

Nesse sentido, o CeMEAI e o ICMC contam com iniciativas de educação corporativa, focadas primordialmente na capacitação e no treinamento de funcionários de empresas que trabalham com as áreas do conhecimento que são especialidades do Centro.

A mais nova delas é o MBA em Ciências de Dados. O programa, que é oferecido junto ao ICMC/USP e tem duração de um ano, é o primeiro da área a ser disponibilizado a distância por uma universidade pública no Brasil e conta com a maior equipe de cientistas da computação, estatística e matemática aplicada do país para proporcionar uma educação de qualidade e com o melhor aporte docente disponível na área.

Além da capacitação e do desenvolvimento teórico e prático em ciências de dados, o MBA oferece aos alunos uma oportunidade única e muito interessante: trazer um problema real da empresa onde trabalham para ser solucionado com o apoio dos mentores especialistas durante todo o decorrer do curso.

O MBA, inclusive, está com inscrições abertas para sua primeira turma. Os interessados podem encontrar todos os detalhes e realizar sua inscrição no site do programa.

Quem busca um curso mais amplo, com duração maior e aulas presenciais, pode encontrar a solução perfeita no Mestrado Profissional em Matemática, Estatística e Computação Aplicadas à Indústria (MECAI). O objetivo do MECAI, que é oferecido de forma gratuita e envolve a apresentação de uma dissertação nos momentos finais do curso, é melhorar a formação dos profissionais e atender à demanda da indústria para proporcionar um avanço em geração de produtos ou aplicação de métodos inovadores para que as empresas se tornem mais competitivas nacional e internacionalmente.

Como o alcance do mestrado é amplo, o profissional formado poderá atuar em várias áreas específicas que incluem, por exemplo, otimização, mecânica dos fluidos, economia, entre outras. O curso tem dois anos de duração e aborda as aplicações de ciências de dados em agricultura, medicina, saúde, finanças e infraestrutura.

Cursos de curta duração

Além desses dois cursos de longa duração, o CeMEAI também oferece às empresas programas mais enxutos, com durações mais curtas e aplicações mais específicas. É o caso dos cursos de extensão, de resolução de problemas industriais e de aperfeiçoamento in company.

Os cursos de extensão buscam aumentar a capacidade analítica dos alunos em ciências de dados, estatística e matemática aplicada. Atualmente, são oferecidas duas opções nesta categoria. Uma delas é o curso de Social Network Analysis, que, assim como o MBA, está com inscrições abertas e oferece aporte para que os alunos compreendam as principais ferramentas, conceitos e questões relacionadas a coleta e análise de dados de redes sociais e identifiquem e discutam teorias e métodos associados a pesquisas na área.

O outro curso de extensão oferecido pelo CeMEAI é o Programação Python para Ciências de Dados, que tem o objetivo de qualificar profissionais com algum conhecimento de computação e programação para que sejam capazes de manipular e processar bases de dados em diferentes formatos, projetar robôs para capturar informações disponíveis na web e executar procedimentos básicos de estatística e aprendizado de máquina.

A iniciativa de resolução de problemas industriais é organizada todos os anos e antecede o Workshop de Soluções Matemáticas para Problemas Industriais. Em uma semana de atividades, é apresentado um conjunto de técnicas matemáticas e de modelagem, acompanhado de um problema real, para que os estudantes possam experimentar por eles mesmos o processo de entender, formular e resolver um problema prático.

São apresentados problemas reais já estudados em ocasiões anteriores, para os quais se tem uma boa base de conhecimento, e, guiados por um tutor, os alunos trabalham na solução ou no estudo desses problemas.

Por fim, o CeMEAI também oferece um aperfeiçoamento in company, que entrega aos funcionários das empresas conveniadas um conteúdo que cobre temas essenciais no contexto de ciência de dados. Em particular, o curso apresenta, de forma bastante aplicada, conceitos de programação, de estatística, de aprendizado de máquina e de matemática aplicada, que correspondem a tópicos indispensáveis na formação de um cientista de dados.

Todos os cursos do CeMEAI voltados para educação corporativa podem ser acessados com mais informações na página da iniciativa, que conta com os detalhes de cada um dos programas e as instruções a respeito de inscrições, ementas e contatos para eventuais dúvidas.

 

Cursos de educação corporativa - CeMEAI/ICMC

 

Curso Inscrições Modalidade Gratuidade Pré-requisitos
MBA em Ciências de Dados Abertas (até 31/10/2019) A distância Não Graduação completa; trabalhar na área de Ciências de Dados
MECAI Fechadas Presencial Sim Graduação completa; trabalhar na área de Ciências de Dados
Programação Python para Ciências de Dados Fechadas Presencial Não Graduação completa
Social Network Analysis Abertas (até 15/10/2019) Presencial Não -
Resolução de problemas industriais Fechadas Presencial Sim -
Aperfeiçoamento in Company Abertas (para empresas) Presencial Não A critério da empresa contratante

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Professor aposentado do IMECC fala sobre experiências com modelos matemáticos industriais

Miguel Taube Netto foi o apresentador convidado do ciclo de palestras "A Terceira Margem"

 

Na terça-feira (24), o ciclo de palestras “A Terceira Margem” recebeu Miguel Taube Netto, professor titular aposentado do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) da Unicamp. Taube também criou o Departamento de Matemática Aplicada do Instituto e foi um pioneiro nos estudos que promovem a interação entre universidade e indústria.

Veja como foi a palestra:

 

Professor aposentado do IMECC fala sobre experiências com modelos matemáticos industriais

Na tarde de ontem, o ciclo de palestras "A Terceira Margem" recebeu o professor aposentado Miguel Taube Netto, um dos pioneiros nos estudos que promovem a interação entre universidade e indústria. Veja como foi o evento:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Estudo traz contribuições bibliográficas sobre o planejamento da produção da cana-de-açúcar

Aluno do IBILCE-UNESP conclui dissertação sobre aplicações de modelos matemáticos para a cadeia produtiva da cana-de-açúcar

 

Estudo traz contribuições bibliográficas sobre o planejamento da produção da cana-de-açúcar

Um estudo sobre modelos matemáticos de otimização para atividades da cadeia produtiva da cana-de-açúcar foi finalizado em um trabalho orientado por uma pesquisadora do CEPID - CeMEAI. Conheça melhor a pesquisa: http://bit.ly/modelos-cana

Publicado por CEPID - CeMEAI em Segunda-feira, 23 de setembro de 2019

 

Um estudo sobre modelos matemáticos de otimização para atividades da cadeia produtiva da cana-de-açúcar foi finalizado em um trabalho de mestrado do aluno Eduardo dos Santos Teixeira, orientado pela professora Maria do Socorro Nogueira Rangel, do IBILCE e que também é pesquisadora do CeMEAI.

A cana-de-açúcar é um produto de grande relevância econômica, utilizada como matéria-prima para a produção de diversas qualidades de açúcar, etanol combustível, bebidas alcoólicas e energia elétrica, além de produtos como papel, plásticos e lenha ecológica. Modelos matemáticos de otimização podem auxiliar o processo de tomada de decisão e assim contribuir para aumentar a rentabilidade da produção e melhorar o aproveitamento dos recursos disponíveis em cada etapa da cadeia de suprimentos. A necessidade de uma revisão bibliográfica sobre aplicações de modelos matemáticos de otimização à produção da cana-de-açúcar, desde o plantio da cana, até a sua utilização como matéria-prima na indústria, motivou a dissertação de Eduardo.

“Através deste estudo, foi possível observar que a maioria dos modelos propostos na literatura trata apenas dos estágios de plantio, colheita e transporte da matéria-prima, com pouca atenção para o planejamento do processamento industrial e da distribuição dos produtos finais. Outro aspecto pouco explorado na literatura é a integração de decisões das diferentes etapas da produção, importante para um tratamento mais completo dos problemas encontrados”, explica.

Ainda segundo Eduardo, essa é uma contribuição relevante para a literatura, um trabalho completo trazendo modelos e métodos de solução que podem servir como ponto de partida para o estudo de outras situações práticas. “Com esse resumo de literatura é possível começar qualquer trabalho mais facilmente e, em cima dele, desenvolver testes computacionais, análises e métodos de solução”, disse.

O tema da pesquisa foi inspirado em uma das participações de Eduardo no Workshop de Soluções Matemáticas para Problemas Industriais, quando trabalhou no grupo da empresa ENALTA.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Palestra na Unicamp aborda o uso de modelagens para tomada de decisões

Evento será realizado no IMECC na próxima terça-feira (24)

 

plateia

 

Na próxima terça-feira (24), o ciclo de palestras “A Terceira Margem” receberá Miguel Taube Netto, professor titular aposentado do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) da Unicamp.

Taube foi o criador do Departamento de Matemática Aplicada do Instituto e um pioneiro nos estudos que promovem a interação entre universidade e indústria. Na palestra, o professor aposentado, que tem mais de 40 anos de experiência na área, apresentará casos práticos da utilização de modelagem matemática e computacional no momento da tomada de decisão em contextos industriais no Brasil.

A palestra “Bases computacionais para decisões: casos práticos vivenciados” será realizada no auditório do próprio IMECC a partir das 13h. A entrada é aberta a qualquer interessado e não é necessária inscrição prévia.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Presidente do Consórcio Europeu de Matemática na Indústria palestrou em São Carlos

Adérito Araújo falou sobre a colaboração europeia em matemática industrial e aplicada

 

 

A convite de José Alberto Cuminato, diretor do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), Adérito Luís Martins Araújo, presidente do Consórcio Europeu de Matemática na Indústria (ECMI) esteve em São Carlos, na última sexta-feira (13), para a palestra Colaboração Europeia em Matemática Industrial e Aplicada.

“O ECMI é um consórcio de instituições acadêmicas e empresas industriais europeias que nos últimos anos esteve envolvido em inúmeros estudos e fóruns realizados internacionalmente, demonstrando que Modelagem, Simulação e Otimização são ferramentas para pesquisa e inovação e são chaves para alcançar uma vantagem competitiva e um catalisador para processos de inovação”, comentou Adérito.

O presidente do ECMI falou sobre a criação e dividiu experiências do Consórcio, bem como suas principais atividades e resultados obtidos na Europa.

Segundo ele, essa contribuição da matemática está longe de atingir seu auge e espera-se que os novos paradigmas relacionados à 4ª revolução industrial continuem a trazer oportunidades novas e desafiadoras. “Nesta apresentação, meu foco foi enfatizar a força única da matemática como ferramenta de transferência de tecnologia e discutir as estratégias do ECMI para os próximos anos”.

Adérito comentou ainda sobre vários relatórios apontando que o sucesso de um país está muito relacionado ao sucesso da matemática. “O impacto que a matemática tem nos países mais desenvolvidos é muito grande, no entanto, essa escala, muitas vezes, não parece visível porque quando olhamos para um produto tecnológico, por exemplo como um aparelho celular, não o imaginamos como um produto matemático ou seja, os algoritmos que fazem um celular funcionar são tão ou mais importantes para que aparelho seja bom do que o próprio software e nem sempre esses produtos são vistos como produto matemático. Na Europa, já estamos desenvolvendo um selo que queremos colocar em todos os produtos para que as pessoas percebam que aquilo é um produto matemático e tenham a consciência da sua importância”.

“O ECMI foi criado em 1985 e trabalha para difundir a utilização das Ciências Matemáticas no setor produtivo no âmbito dos países da comunidade europeia, contando portanto, com mais de 30 anos de experiência nessa atividade”, comentou José Alberto Cuminatto.

“O CeMEAI propugna pelos mesmos objetivos, sempre buscamos aprender com quem já tem uma larga vivência dessas atividades. O professor Adérito já foi vice-presidente por dois anos do ECMI e será presidente por três anos, dos quais dois já se foram. Sua visita muito nos honra pois nos permite aprender com as práticas do ECMI e também mostrar a ele o que o CeMEAI vem fazendo, podendo verificar in loco os avanços que temos feito, os projetos que temos para o futuro e onde o ECMI e CeMEAI podem colaborar para novos avanços”.

No Brasil para participar da CNMAC 2019, o presidente do ECMI disse ainda que a matemática brasileira é vista com grande potencialidade lá fora e que o CeMEAI segue os passos de grandes estruturas nacionais da Europa. “Podemos trabalhar em colaboração, temos duas publicações- como guias práticos, que podem contribuir e, de forma direta, podemos articular participações por intermédio de eventos do CeMEAI ou ECMI, como os Study Groups”, finalizou Adérito.

 

Sobre o ECMI

O Consórcio Europeu de Matemática na Indústria (ECMI) é um consórcio de instituições acadêmicas e empresas industriais que atua em cooperação com os objetivos de promover e apoiar o uso de modelagem matemática, simulação e otimização em qualquer atividade de importância social ou econômica. Educar matemáticos industriais para atender à crescente demanda por esses especialistas. Operar em escala europeia.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Sexta 13 com “A Maldição da Dimensão”

Sexta 13 com “A Maldição da Dimensão”

Tema foi apresentado no Seminário de Coisas Legais

 

“A Maldição da Dimensão” foi o tema do Seminário de Coisas Legais, na última sexta (13). O doutorando do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) Thiago Ramos foi o apresentador. Veja como foi:

 

Sexta 13 com a “A Maldição da Dimensão”

“A Maldição da Dimensão” foi o tema do Seminário de Coisas Legais, na última sexta (13). O doutorando do IMPA - Instituto de Matemática Pura e Aplicada Thiago Ramos foi o apresentador. Veja como foi:

Publicado por CEPID - CeMEAI em Segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Semana de Imersão em Matemática recebe pesquisador do CeMEAI

Evento foi realizado pelo Projeto Multiplicando Talentos em Teresina (PI)

 

lucio piaui

 

Entre os dias 18 e 23 de agosto deste ano, a cidade de Teresina, no Piauí, foi o palco da Semana de Imersão em Matemática, evento do Projeto Multiplicando Talentos. A Semana reuniu alunos de escolas públicas do interior do estado e que tiveram boas pontuações na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

O evento incluiu aulas, palestras, atividades matemáticas e desafios e contou com a participação do professor Lúcio Tunes do Santos, do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC) da Unicamp e pesquisador do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI).

Lúcio apresentou as palestras "Problemas de (Quase) Um Milhão de Dólares" e "Balbúrdias Matemáticas", além da oficina "Planolândia", aos estudantes convidados, que são alunos piauienses com medalhas ou menções honrosas na edição de 2018 da OBMEP e classificados para a fase final da competição, em 2019.

“Reunir alunos medalhistas da OBMEP, de várias regiões do estado do Piauí, e realizar diferentes atividades durante uma semana é uma oportunidade única para vários estudantes de almejar um futuro mais promissor, abrindo a possibilidade de continuar seus estudos em nível superior tendo o suporte financeiro de uma bolsa de iniciação científica”, vislumbra Lúcio.

As atividades foram realizadas no Centro de Treinamento da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Piauí (Fetag-PI), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI).

"Foi muito gratificante e emocionante participar desse evento, não só pelo fato de poder falar sobre Matemática para uma platéia interessada e motivada, mas também por conhecer uma outra realidade, em uma região distante do eixo Rio-São Paulo”, finaliza o professor.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin – Comunicação CeMEAI

Com informações da Assessoria de Imprensa da FAPEPI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Pesquisador do CeMEAI coordena curso de Análise de Redes Sociais

Capacitação ocorrerá no ICMC de 21 a 26 de outubro e inscrições estão abertas

 

soong

Divulgação/YouTube UCLEngineering

 

Interessados em ampliar os conhecimentos em Análise de Redes Sociais terão a oportunidade de participar de um curso no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos, que ocorrerá entre 21 e 26 de outubro com coordenação de André Carlos Ponce de Leon Ferreira de Carvalho, ministrado por Soong Moon Kang, da School of Management da University College London. As aulas serão ministradas em português e no período noturno.

Ao final do curso os alunos compreenderão as principais ferramentas e conceitos para analisar redes sociais, questões relacionadas à coleta e análise de dados e poderão identificar e discutir questões teóricas e metodológicas associadas às pesquisas em redes sociais.

“Esta é uma área de pesquisa muito atual e relevante, que tem atraído um interesse crescente. Embora o tema de Análise de Redes Sociais se aplique a um grande número de áreas, são raras as ofertas de cursos e disciplinas neste tema. O ministrante é um importante pesquisador da área, tendo já ministrado esse curso várias vezes”, comentou André.

As inscrições para o curso começaram no dia 1 de setembro e vão até o dia 15 de outubro ou enquanto houver vaga. São 40 no total.

As informações completas podem ser conferidas na página do evento.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Página 1 de 50