Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish

Comunicação CeMEAI

Comunicação CeMEAI

Estudo matemático analisa período seguro entre as doses da vacina contra Covid-19

Modelo de otimização valida atraso calculado da 2ª dose, diminuindo internações na UTI

 

Diante de um cenário limitado de vacinas para proteger a população mundial contra a Covid-19, otimizar o processo de aplicação para garantir que mais pessoas estejam imunizadas em um espaço menor de tempo é também uma resposta que a matemática pode dar.

O estudo denominado Optimizing COVID-19 second-dose vaccine delays saves ICU admissions, assinado pelos pesquisadores Paulo J. S. Silva, Claudia Sagastizábal, Luis Nonato, Tiago Pereira, do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), e Claudio Struchner, da Fundação Getúlio Vargas, foi submetido à publicação e aborda o tempo ideal e seguro entre as doses para que a vacinação seja realmente eficiente contra o novo coronavírus.

O artigo que utiliza modelos matemáticos com técnicas de otimização validou a sugestão da fabricante da vacina Oxford/AstraZeneca para adiar a segunda dose a partir de estimativas das eficácias das doses separadas, como explica o pesquisador Paulo J. S. Silva.

O estudo da fabricante demonstrou que a eficácia da primeira dose é de 76% e da segunda, chega a 82,4% quando a aplicada em até três meses. Diante desses dados e análise de outras variáveis, o algoritmo desenvolvido pelos pesquisadores do CeMEAI concluiu que adiar a segunda dose em até 12 semanas é a decisão correta. “A metodologia do estudo funciona para qualquer vacina, desde que o fabricante tenha os dados sobre eficácia das duas doses. A contribuição do nosso estudo é no sentido de validar a informação do fabricante das vacinas e dar aos governantes e à população, a indicação de que as pessoas estarão melhor protegidas, mesmo diante de um atraso calculado por conta ainda da baixa oferta dos imunizantes”.

O estudo analisa também a demanda nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) dos hospitais. “Se o estudo dá ao governante a segurança de que ele pode atrasar a segunda dose, como já preconizado pelo fabricante, ele pode proteger uma parcela maior da população com a primeira dose, que tem eficácia muito próxima da segunda, e evitar, dessa forma, a entrada de novos pacientes nos hospitais”, observou Paulo.

“Nossos resultados mostram que quando a vacina bloqueia a infecção e a eficácia da primeira dose é pelo menos de cerca de 70%, atrasar a segunda dose economiza 400 admissões na UTI por milhão de pessoas em 200 dias, levando assim a uma forte contribuição em vidas salvas”.

 

Estudo contribuiu com a carta aberta #AbrilPelaVida

A pesquisa está contribuindo cientificamente na carta aberta aos governantes brasileiros #AbrilPelaVida, assinada por Paulo e mais de 30 cientistas, pesquisadores e economistas. A proposta é da Impulso Gov, organização brasileira de saúde pública, que reuniu estudos que apontam que o avanço da vacinação no país terá impactos positivos a partir do mês de maio. A carta defende um lockdown de 3 semanas no mês de abril, que seria o tempo necessário para que a vacinação contra Covid-19 comece a fazer efeito significativo e reduzir mortes no Brasil, podendo poupar 22 mil vidas.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira – Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: (19) 99199-8981

 

Segurança de Dados: últimos dias para se inscrever no MBA da USP

Aulas são 100% online e começam no dia 15 de maio

 

mba sd ult dias

 

Profissionais que buscam se aprimorar na área de Segurança de Dados têm até a próxima quinta-feira (15) para aproveitar a última chance de se inscrever, com desconto de 25% nas mensalidades, no MBA em Segurança de Dados da USP, oferecido pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos com o apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI).

O curso é o primeiro da área a ser oferecido a distância por uma universidade pública e conta com a chancela da USP para proporcionar uma formação de qualidade com o melhor aporte docente disponível.

Os principais focos do curso são a nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), blockchain, pentest e inteligência artificial aplicada em Segurança de Dados. Além de se especializarem nas disciplinas, os alunos têm a oportunidade de resolver, durante o curso, um problema real da empresa onde trabalham, sempre com o apoio dos professores e dos monitores do MBA.

O programa é voltado para profissionais com formação superior em ciência da computação, engenharia, sistemas de informação e áreas correlatas. Os alunos terão acesso às aulas de forma remota e só precisarão se apresentar presencialmente para a prova final e a apresentação do projeto desenvolvido durante o curso.

As inscrições podem ser realizadas até às 23h59 do próximo dia 15 de abril pelo site do MBA em Segurança de Dados: cemeai.icmc.usp.br/MBASD.

Investimento

Todos os candidatos devem realizar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$500,00. Os candidatos aprovados no processo seletivo terão ainda a taxa de matrícula (R$850,00) e as 12 mensalidades do curso (R$1250,00 cada ou R$937,50 para quem conseguir o desconto).

Os detalhes do oferecimento de bolsas estão descritos no edital completo do curso, que consta no site do MBA, assim como as informações do corpo docente, as ementas das disciplinas e os critérios de seleção dos aprovados.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Evento da USP apresenta soluções para problemas do setor produtivo

WMECAI será realizado de forma 100% online e gratuita

 

1wmecai

 

Entre os próximos dias 28 de junho e 2 de julho, o Mestrado Profissional em Matemática, Estatística e Computação Aplicadas à Indústria (MECAI) realizará o primeiro Workshop de alunos e egressos do curso: o WMECAI.

O evento de divulgação científica é voltado para a apresentação de aplicações de técnicas matemáticas, estatísticas e computacionais à solução de problemas reais oriundos de empresas do setor produtivo e do mercado de trabalho.

“O MECAI é voltado para o treinamento de profissionais já inseridos no mercado de trabalho. As disciplinas oferecidas pelo programa trazem as últimas técnicas e procedimentos descobertos e validados pela academia, e o mestrado profissional é a via mais rápida de transferência deste conhecimento para o setor produtivo. O WMECAI visa aproximar ainda mais este contato. Os empregadores e parceiros poderão participar e conhecer os trabalhos desenvolvidos pelos alunos, que em sua maioria são motivados por problemas enfrentados pelas próprias empresas”, comenta Fabrício Simeoni de Sousa, professor do ICMC/USP e coordenador do Mestrado.

A primeira edição do Workshop será dedicada a problemas estudados pelos alunos do MECAI na área de Ciência de Dados. O evento será totalmente online e de acesso gratuito a todos os interessados.

As inscrições são feitas pelo site do 1º WMECAI: cemeai.icmc.usp.br/1WMECAI.

Cronograma do evento

Alunos atuais e já formados pelo MECAI têm até o dia 23 de abril para enviarem os resumos expandidos de seus trabalhos pelo site do WMECAI. A resposta a respeito dos artigos aprovados será enviada pela coordenação do evento até dia 7 de maio. Depois, os autores dos artigos deverão enviar um vídeo de apresentação do trabalho até o dia 7 de junho.

No dia 28 de junho, os vídeos e artigos aprovados serão publicados no site do evento. Por fim, no dia 2 de julho, haverá videoconferências com os autores dos trabalhos para discussão e comentários com o público em geral.

 

Sobre o MECAI

Criado em 2014, o Mestrado Profissional em Matemática, Estatística e Computação Aplicadas à Indústria (MECAI) é um programa pioneiro que visa aproximar o setor produtivo, governos e universidade.

O objetivo do MECAI é fornecer a seus alunos uma sólida formação em matemática, estatística e computação, buscando atender às demandas do setor produtivo de modo a fomentar avanços tecnológicos e desenvolvimento de produtos, tornando assim empresas e setores governamentais mais competitivos e reconhecidos internacionalmente. O profissional formado recebe capacitação para atuar em diversas áreas, pois as habilidades desenvolvidas incluem técnicas de otimização, análise de dados, estatística, inteligência computacional, dentre outras.

O curso é oferecido pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP e ligado ao Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI).

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Como a matemática está auxiliando rede de municípios na pandemia

Info Tracker é utilizado pelo poder público como apoio de gestão

 

info tracker

 

Em um momento em que todos buscam respostas para entender e minimizar os efeitos da pandemia da COVID-19, a união de esforços nunca foi tão relevante, especialmente no mundo acadêmico. Descobertas têm sido partilhadas em tempo recorde na intenção de frear os impactos para a população e salvar vidas.

O sistema Info Tracker - desenvolvido com o apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI - CEPID FAPESP), permite monitorar o avanço da doença e utiliza matemática e inteligência artificial para projetar o número de infectados, mortes, pacientes recuperados, entre outros dados no Estado de São Paulo e Brasil.

Trata-se de uma referência para consultas e tomadas de decisão que está auxiliando também a Rede Nacional de Consórcios Públicos dos Municípios, que agrega mais de 2 mil cidades brasileiras.

O presidente, Victor Ivo Borges, comentou a parceria. “A plataforma digital auxilia sobremaneira nas produções de informações aos gestores para tomada de decisão frente à pandemia”.

victor borges

Victor Ivo Borges, presidente da rede de municípios

O Info Tracker foi criado em junho de 2020 por cinco matemáticos e cientistas da computação, entre eles, o matemático e cientista de dados Wallace Correa de Oliveira Casaca, docente da Unesp/Rosana e pesquisador do CeMEAI.  Wallace conta que a equipe tem sido procurada por gestores interlocutores de diversas cidades do estado como Limeira, Barretos e Presidente Prudente, em busca de apoio para interpretar dados e compreender melhor a situação epidemiológica. “O contato com a Rede Nacional, por intermédio do seu presidente, o Victor, amplia a possibilidade de trazer a outros municípios parâmetros matemáticos capazes de observar a realidade em cada cidade e prover aos seus gestores os números sobre o comportamento diário da crise e necessidade de ações de curto e longo prazo”, explica.

Victor observa que os modelos matemáticos preditivos fortalecem o planejamento e a estratégia. “Os modelos indicam as tendências diante dos comportamentos e da dinâmica da doença. Saúde e Matemática andando juntas. O Professor Wallace e toda equipe são peças chaves neste contexto”.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Sobre o RNCP

A Rede Nacional de Consórcios Públicos fomenta e articula políticas públicas em favor os Consórcios Públicos em todos os Estados da Federação. A articulação se dá com os entes dos governos municipais, Estaduais e Federal. A Rede defende a solução Consorciada para várias gestões como nas áreas de saúde, saneamento, meio ambiente, desenvolvimento regional, tributária e outras.

 

Raquel Vieira – Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Edição online do Workshop para Problemas Industriais amplia participantes

CeMEAI, IMPA e ESALQ organizam o evento que aponta soluções para empresas

 

site

 

A primeira online e sexta edição do Workshop de Soluções Matemáticas para Problemas Industriais possibilitou ampliar a abrangência do evento e seus participantes. A abertura, na segunda-feira (22), ocorreu para um público de mais de 200 pessoas entre alunos, professores, empresários e interessados em contribuir com soluções matemáticas para resolução de problemas práticos da indústria brasileira, contando com a participação de sete empresas: Petrobras, John Deere, GPP – Esalq, Kinea-Itaú, StepWise, Raízen e CCEE/Cepel/Radix.

O diretor do CEPID-CeMEAI, José Alberto Cuminato, deu boas-vindas aos participantes, ressaltando a importância desse modelo de evento que ocorre pela primeira vez neste formato em virtude da pandemia e que propicia um elo entre os profissionais das ciências matemáticas, estatística, computação e o setor produtivo.

“Estamos todos empenhados em criar as condições para que as salas- via zoom- mantenham as atividades atrativas e dinâmicas, certos de que conseguiremos manter os resultados esperados pelos alunos e empresas”, comentou.

Interagiram na abertura com os participantes Maria Cristina Ferreira de Oliveira (diretora do ICMC/USP), Durval Dourado Neto (diretor da Esalq/USP), Francisco Louzada Neto (CeMEAI), Sylvio Roberto Accioly Canuto (Pró-Reitor de Pesquisa – USP) e Marcelo Viana, diretor do IMPA.

“Existe no Brasil um potencial enorme para colaboração da academia com o setor produtivo na área de matemática. O país dispõe de expertise de alto nível na área instalada em instituições como IMPA, USP, UNICAMP, UFRJ e tantas outras. Ao mesmo tempo, o nosso setor industrial oferece inúmeras oportunidades para racionalizar seus processos e aumentar a eficiência. A matemática é especialmente habilitada para isso”, comentou Viana.

Durval Dourado Neto, da Esalq, falou sobre a parceria que possibilita ganhos para a academia e aproxima os alunos de problemas reais da indústria.

Também dividiram experiências e falaram como esse modelo de workshop é formulado e apresenta resultados em outros países, os colaboradores internacionais Hilary Ockendon – Oxford University, UK, Wil Schilders – TU Eindhoven, The Netherlands, Yuan Ya-Xiang – President of ICIAM – Chinese Academy of Sciences, China e Dhanesh Patel – University of Baroda, India

Na sequência, os coordenadores de cada problema e representantes das empresas apresentaram o conteúdo a ser trabalhado pelos grupos até a sexta-feira (26).

Para citar alguns desafios, o desenvolvimento de Redes Neurais para a Inversão de Dados Sísmicos, Despacho hidrotérmico de Curto Prazo, Integração de Grandes Bases de Dados, Interpolação de Dados Espaciais e outros temas que terão ideias e experiências compartilhadas, no sentido de produzir importantes respostas para a sociedade.

“Há muitas sinergias possíveis, não apenas academia/empresa. Pode haver sinergia com o poder público, com entidades da sociedade civil, organizações não-governamentais, entidades de ensino profissional, entre tantas. Essas parcerias representam mudanças qualitativas no contexto das quais novas instâncias de conhecimento são criadas e desenvolvidas. Por sua vez, as sinergias geram novas entidades, como as consultorias, que contribuem não apenas com a solução dos problemas colocados, mas de outros problemas, ao mesmo tempo que geram empregos para profissionais e acadêmicos. É dessa dinâmica que se alimenta o desenvolvimento de um país”, comentou José Mario Martinez Perez, Vice-Diretor do CeMEAI e um dos coordenadores do problema da Petrobras.

Ao final de todas as apresentações das empresas, os participantes escolheram em qual sala/problema gostariam de trabalhar e houve a divisão dos grupos. Eles seguem trabalhando nas melhores soluções que serão apresentadas na sexta-feira (26), último dia do workshop. Na quarta-feira (24) está programada uma palestra com a pesquisadora doutora em matemática, Vanessa Simões.

“A nossa participação no 6º Workshop de Soluções Matemáticas para a Indústria é parte do esforço que o IMPA vem fazendo, especialmente a partir de 2020, para reforçar e alargar a nossa presença no diálogo entre o meio acadêmico e a indústria nacional. Isso se insere de maneira orgânica na nossa missão de fazer pesquisa, formar pesquisadores e disseminar o conhecimento matemático”, disse Marcelo Viana.

E finalizou comentando sobre a parceria com o CeMEAI e o ICMC/USP: “tem sido muito construtiva e acredito que terá um impacto significativo no panorama da área no Brasil”

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Sobre o IMPA

O Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) é uma unidade de ensino e pesquisa qualificada como Organização Social vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e ao Ministério da Educação (MEC).

Desde seu início, em 1952, o IMPA teve por missão o estímulo à pesquisa científica, a formação de novos pesquisadores e a difusão e aprimoramento da cultura matemática no Brasil. Essas atividades, vinculadas entre si, visam promover o conhecimento da matemática, fundamental ao desenvolvimento das ciências e da tecnologia em geral, por sua vez essencial para o progresso econômico e social do país.

 

Sobre a Esalq

A Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) é uma unidade da Universidade de São Paulo (USP), situada em Piracicaba, município do centro-oeste do Estado de São Paulo, caracterizado como importante polo de desenvolvimento industrial e agrícola.

No âmbito da extensão, estão presentes atividades esportivas, culturais, publicações técnicas e científicas e cursos de difusão, expandindo as competências desta Escola além das salas de aula. O número expressivo de profissionais formados pela Esalq constitui um dos principais fatores do desenvolvimento do agronegócio em geral e da defesa das instâncias ambientais, biológicas e sociais.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo./ 19- 99199-8981

MBA em Segurança de Dados da USP abre inscrições para vagas remanescentes

Curso tem duração de um ano; aulas começam em maio

 

mba sd

 

Quem perdeu o prazo das inscrições para o MBA em Segurança de Dados da USP tem mais uma chance de garantir sua participação no curso. Até o próximo dia 15 de abril, candidatos podem manifestar interesse nas vagas remanescentes e participar do primeiro MBA da área a ser oferecido a distância por uma universidade pública brasileira.

Esta será a primeira turma do curso, que é voltado para profissionais com formação superior em ciência da computação, engenharias, análise e desenvolvimento de sistemas, sistemas de informação e áreas correlatas. Todas as aulas são online e os alunos só precisam se apresentar presencialmente para a prova final e a apresentação do projeto desenvolvido durante o MBA.

Os principais focos do programa são a nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), blockchain, pentest e inteligência artificial aplicada em Segurança de Dados. Além de se especializarem nas disciplinas, os alunos têm a oportunidade de resolver, durante o curso, um problema real da empresa onde trabalham, sempre com o apoio dos professores e dos monitores do MBA.

E ainda há outra boa notícia para os interessados no curso: os 100 primeiros candidatos que se inscreverem e forem aprovados no processo seletivo receberão um desconto de 25% nas mensalidades, que passam de R$1250,00 para R$937,50 cada.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 15 de março pelo endereço cemeai.icmc.usp.br/MBASD. O site também traz os detalhes do oferecimento de bolsas, assim como as informações do corpo docente, as ementas das disciplinas e os critérios de seleção dos aprovados.

 

Investimento e bolsas de estudo

Todos os candidatos devem realizar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$500,00. Os candidatos aprovados no processo seletivo terão ainda a taxa de matrícula (R$850,00) e as 12 mensalidades do curso (R$1250,00 cada ou R$937,50 para quem conseguir o desconto).

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Live com professor da USP discute o poder dos cidadãos sobre seus dados pessoais

Evento gratuito será realizado nesta quinta-feira (18)

 

live rodolfo

 

Para fechar o ciclo de palestras com especialistas na área, o MBA em Segurança de Dados da USP promove, às 19h desta quinta-feira (18), uma live com Rodolfo Meneguette, professor do ICMC/USP e coordenador do MBA.

O webinar “O impacto do indivíduo na segurança” será um bate-papo sobre o poder que cada cidadão tem sobre seus próprios dados. Será apresentado um resumo das lives anteriores e do MBA em Segurança de Dados, com foco no indivíduo como produtor, gestor e usurpador de dados sensíveis aos indivíduos. Serão abordados casos de ataques contra as vítimas, o que o atacante pode conseguir com esses ataques e quais são as fases de um ataque.

A apresentação será transmitida via plataforma Zoom, no link https://zoom.us/j/95108117994, e também na página do MBA em Segurança de Dados no Facebook. O evento é gratuito e aberto a todos os interessados, que podem interagir com dúvidas e comentários durante a live.

Confira as íntegras das lives anteriores organizadas pelo MBA em Segurança de Dados:

(In)Segurança de Software – Nelson Uto (Samsung Electronics)

O Blockchain está em uma bolha? – Jó Ueyama (ICMC/USP)

Detecção de fraudes eleitorais digitais – Mario Gazziro (UFABC)

Inteligência Artificial na detecção (antecipada) de vazamento de dados – Daniel Batista (IME/USP)

Impacto do vazamento de dados para empresas e a sociedade – Pedro Henrique Gomes (Ericsson)

 

Sobre o MBA em Segurança de Dados

O MBA em Gestão de Segurança de Dados, promovido pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos com apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), é o primeiro curso à distância da área oferecido por uma universidade pública, e conta com a chancela da USP para proporcionar uma formação de qualidade com o melhor aporte docente disponível na área de segurança de dados.

Durante os 12 meses do curso, os alunos têm uma oportunidade única e muito interessante: desenvolver soluções para problemas reais de suas empresas, com apoio de mentores e especialistas. Assim, além da capacitação teórica e prática na área de segurança de dados, o trabalho pode trazer grandes benefícios à empresa em que os alunos atuam e, consequentemente, a suas carreiras.

As inscrições estão abertas no site do curso: cemeai.icmc.usp.br/MBASD. Os 100 primeiros alunos aprovados no processo seletivo receberão um desconto de 25% nas mensalidades.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Segurança de software: MBA da USP organiza live gratuita com especialista

Evento será transmitido nesta quinta-feira (11)

 

live seg soft

 

MBA em Segurança de Dados da USP segue promovendo lives interativas sobre os mais variados assuntos que englobam a área. Na próxima quinta-feira (11), o papo é com Nelson Uto, da Samsung Electronics e membro do corpo docente do curso. 

Será apresentada uma seleção de vulnerabilidades críticas de software descobertas por pesquisadores de segurança nos últimos anos. Para cada uma delas, a cadeia completa de exploração será discutida, ilustrando diversas técnicas empregadas por atacantes.

“(In)segurança de software” terá início às 19h desta quinta-feira (11) e poderá ser acompanhada pela plataforma Zoom, no link https://zoom.us/j/95270217302, ou pela página do MBA em Segurança de Dados no Facebook. Não é necessária inscrição prévia e a live é gratuita para todos os interessados, que poderão interagir com a transmissão enviando perguntas e comentários.

 

Sobre o MBA em Segurança de Dados

O MBA em Gestão de Segurança de Dados, promovido pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos com apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), é o primeiro curso à distância da área oferecido por uma universidade pública, e conta com a chancela da USP para proporcionar uma formação de qualidade com o melhor aporte docente disponível na área de segurança de dados.

Durante os 12 meses do curso, os alunos têm uma oportunidade única e muito interessante: desenvolver soluções para problemas reais de suas empresas, com apoio de mentores e especialistas. Assim, além da capacitação teórica e prática na área de segurança de dados, o trabalho pode trazer grandes benefícios à empresa em que os alunos atuam e, consequentemente, a suas carreiras.

As inscrições estão abertas até 15 de março no site do curso: cemeai.icmc.usp.br/MBASD. Os 100 primeiros alunos aprovados no processo seletivo receberão um desconto de 25% nas mensalidades.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Francisco Louzada Neto participa do Prêmio Internacional Mahalanobis

Representando a América Latina, coordenador do CEPID-CeMEAI julgará vencedor

 

Francisco Louzada

 

O Coordenador de Transferência Tecnológica do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CEPID-CeMEAI) Francisco Louzada Neto foi o membro escolhido para representar a América Latina no Mahalanobis Award Committee 2021, organizado pelo o International Statistical Institute (ISI).

O Prêmio Internacional Mahalanobis é patrocinado pelo Ministério de Estatística e Implementação de Programas do Governo da Índia e reconhece um indivíduo por realizações ao longo da vida na carreira de Estatístico e que tenha levado importantes contribuições em países ou regiões em desenvolvimento.

“Com esse prêmio, os organizadores esperam atrair, inspirar e motivar estatísticos em todo o mundo para aumentar a quantidade e melhorar a qualidade de suas contribuições para a causa da promoção da ciência estatística e suas aplicações”, comentou Louzada.

Ao lado de representantes do mundo todo, Louzada terá a missão de analisar os trabalhos inscritos e julgar o vencedor. “Primeiramente, recebi o convite com muito orgulho para representar o Brasil e América Latina como júri técnico desta edição do prêmio. E é uma oportunidade também de conhecer os currículos de colegas de profissão que têm trabalhado, muitas vezes, todas as suas vidas em benefício dessas regiões em desenvolvimento”.

 

Membros Mahalanobis

 

O Mahalanobis Award Committee é entregue a cada dois anos durante o ISI World Statistics Congress, que ocorrerá em julho deste ano.

“Vale ressaltar que essa iniciativa do ISIS, juntamente com o Governo da Índia, tem o duplo propósito de homenagear o Professor PC Mahalanobis por suas contribuições e conquistas em Estatística e de reconhecer e estimular o progresso em Estatística nos países em desenvolvimento”, finalizou.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O blockchain está em uma bolha? Participe da live com especialista da USP

Apresentação do professor Jó Ueyama será nesta quinta-feira (4)

 

aviso live 4

 

O blockchain está em uma bolha? Esta é a pergunta que vai nortear toda a discussão de mais uma palestra organizada pelo MBA em Segurança de Dados da USP. Na próxima quinta-feira (4), o professor Jó Ueyama, do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP e vice-coordenador do MBA, conversará com o público sobre aplicações que vão além das criptomoedas.

A palestra será transmitida via plataforma Zoom, pelo link zoom.us/j/93896422752, e também pelo Facebook do MBA em Segurança de Dados da USP. O evento terá início às 19h, é gratuito e aberto a todos os participantes, que podem interagir com perguntas e comentários durante a apresentação.

Resumo: Há muita discussão sobre o blockchain e alguns autores falam que o blockchain é excessivamente sensacionalista e está em uma bolha. Nesta palestra, apresentarei o blockchain e a sua origem que decorreu com a criptomoeda Bitcoin. Irei debater que blockchain não é só para criptomoedas e que o seu uso vai além do domínio das Fintechs. Irei também apresentar também em que aplicações o blockchain torna-se interessante para ser adotado. Lembrando que o futuro é a convergência da IoT, IA e do blockchain.

 

MBA oferece desconto nas mensalidades

Profissionais da área de segurança de dados têm até o próximo dia 15 de março para se inscrever no MBA em Segurança de Dados da USP. O curso está oferecendo 25% de desconto na mensalidade para os 100 primeiros candidatos aprovados no processo seletivo.

As inscrições podem ser realizadas pelo site do curso: cemeai.icmc.usp.br/MBASD, que também apresenta o corpo docente, a ementa das disciplinas e o edital completo.

 

Sobre o MBA em Segurança de Dados

O MBA em Gestão de Segurança de Dados, promovido pelo ICMC com apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), é o primeiro curso à distância da área oferecido por uma universidade pública, e conta com a chancela da USP para proporcionar uma formação de qualidade com o melhor aporte docente disponível na área de segurança de dados.

Durante os 12 meses do curso, os alunos têm uma oportunidade única e muito interessante: desenvolver soluções para problemas reais de suas empresas, com apoio de mentores e especialistas. Assim, além da capacitação teórica e prática na área de segurança de dados, o trabalho pode trazer grandes benefícios à empresa em que os alunos atuam e, consequentemente, a suas carreiras.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Leonardo Zacarin - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Página 1 de 99