Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish
ge

Brasil e Alemanha é a final mais provável na Copa do Mundo da Rússia de 2018, segundo o projeto “Previsão Esportiva” do Departamento de Estatística (DEs), da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). A Alemanha, atual campeã, é a favorita para vencer a competição com 16,93% de chances.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

uol

A Alemanha é o país com mais chances de ser campeão na Copa do Mundo de 2018, de acordo com modelo estatístico desenvolvido por pesquisadores do ICMC (Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação) da USP em São Carlos e do CeMEAI (Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria), da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

bbc

Uma má notícia para a Seleção Brasileira na Copa da Rússia. A equipe é a terceira colocada no ranking das prováveis campeãs, com 13,27% de probabilidade de levar a taça. Em segundo lugar, está a Bélgica, com 13,93% de chance. E, em primeiro lugar, está a Alemanha, a vilã do 7 a 1 na Copa de 2014, com 17,57% de chance de vencer o torneio.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

jornal da usp

Com Neymar, Gabriel Jesus e Philippe Coutinho o hexa vem, certo? De acordo com um grupo de estatísticos de diferentes universidades, não. Eles realizaram um estudo com dados objetivos e subjetivos que lhes permitiram chegar à conclusão de que a favorita é, mais uma vez, nossa carrasca da última copa: a Alemanha.

 

CLIQUE AQUI para acessar a reportagem completa!

jornal da usp

Uma ciência que não vive somente de cálculos, mas ajuda a transformar dados em informações que podem ser aplicadas em diversas situações. Essa é a estatística, profissão cada vez mais valorizada pelo mercado e requisitada em diversos setores. Para falar sobre essa área do conhecimento e sua importância, o USP Analisa desta semana traz o docente do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, Francisco Louzada Neto.

 

CLIQUE AQUI para acessar a reportagem!

g1

 

Brasil e Alemanha é a final mais provável na Copa do Mundo da Rússia de 2018, segundo o projeto “Previsão Esportiva” do Departamento de Estatística (DEs), da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). A Alemanha, atual campeã, é a favorita para vencer a competição com 16,93% de chances.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

terra

 

Uma má notícia para a Seleção Brasileira na Copa da Rússia. A equipe é a terceira colocada no ranking das prováveis campeãs, com 13,27% de probabilidade de levar a taça. Em segundo lugar, está a Bélgica, com 13,93% de chance. E, em primeiro lugar, está a Alemanha, a vilã do 7 a 1 na Copa de 2014, com 17,57% de chance de vencer o torneio.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

jornal da usp

Entrou em vigência em 2012 a Lei nº 12.527/2011, conhecida como Lei de Acesso à Informação, que permite que qualquer cidadão, sem necessidade de justificativa, solicite dados e informações a qualquer órgão ou entidade pública dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além do Ministério Público, nas esferas Federal, Estadual e Municipal. Porém, Luis Gustavo Nonato, professor do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação de São Carlos (ICMC) da USP, acredita que a posse desses dados abertos não está sendo bem utilizada.

 

CLIQUE AQUI para acessar a reportagem completa!

jornal da usp

 O Momento USP Inovação desta semana entrevista o professor José Alberto Cuminato, diretor do Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid) do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), que comenta os objetivos desse centro de pesquisa, que é trazer um novo olhar para a área da matemática.

 

CLIQUE AQUI para acessar a entrevista completa!

torcedores

 

Segundo o site Previsão Esportiva, mantido por grupos do Departamento de Estatística do Instituto de Matemática e Estatística da Universidade Federal da Bahia, a chance de Brasil e Alemanha se enfrentarem na próxima fase da competição é de 41,01%, maior do que qualquer outro confronto que a Seleção Canarinho pode ter nas oitavas de final.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

Página 5 de 14