Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish
auspin

 

O Momento USP Inovação desta semana entrevista o professor José Alberto Cuminato, diretor do Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid) do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), que comenta os objetivos desse centro de pesquisa, que é trazer um novo olhar para a área da matemática.

 

CLIQUE AQUI para acessar a entrevista completa!

imprensaoficialok

Recentemente, divulgamos um convênio firmado entre o Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Carlos (SAAE), coordenado pela pesquisadora Maristela dos Santos, que desenvolveu um modelo matemático que serve como base de apoio para que os funcionários e tomadores de decisão tenham parâmetros precisos sobre o gerenciamento, por exemplo, das bombas de captação e distribuição de água.

Os resultados positivos do trabalho já podem ser confirmados na prática. O SAAE confirmou uma economia de pelo menos 10% na conta de energia elétrica podendo chegar a 1 milhão de reais de economia aos cofres do município em um ano.

O tema foi destaque do Diário Oficial de São Paulo nesta semana. Leia a matéria:

ag fapesp logo alt

O programa Newton Fund Researcher Links, do Fundo Newton, realizará o Researcher Links Workshop: Translating Knowledge Into Innovation de 19 a 23 de março de 2018, no Guarujá.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

jornal da usp

Pesquisadores da USP foram contemplados com o financiamento do Instituto Serrapilheira, primeira instituição privada de fomento à pesquisa no Brasil. Dentre os 65 projetos selecionados, oito advêm da Universidade.

O instituto irá fornecer até R$ 100 mil para que os cientistas apresentem a viabilidade de suas ideias durante 2018. As bolsas foram disputadas por 1.955 candidatos, de 331 instituições, distribuídas por 26 unidades federativas do País. Um dos critérios para a seleção foi o ano de conclusão do doutorado: só puderam participar os que terminaram há, no máximo, dez anos. Foram aprovados aqueles que apresentaram as propostas mais ousadas.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

correio braziliense logo

 

A invenção é resultado da teimosia. Defendida por Santos Dumont, a ideia pode ser usada para explicar o passado e o futuro da aviação. Uma das maiores criações da história permite ao homem percorrer milhares de quilômetros em poucas horas, cruzando oceanos e continentes pelos ares. Mas gera também impactos negativos, como a poluição, que têm motivado cientistas a buscar formas mais eficientes e inteligentes para reformular o transporte aéreo.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

jornal da usp

O Brasil é um país de dimensões continentais e com uma população que possui variadas habilidades e biotipos. Tais características o tornam mundialmente conhecido como um “celeiro” de talentos para as mais diversas modalidades esportivas. Isso é ótimo para o esporte brasileiro, mas cria uma dificuldade para clubes e profissionais: é difícil (e caro) percorrer enormes distâncias para encontrar “aquele” talento para “tal” ou “qual” modalidade.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

g1

 

O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da Universidade de São Paulo (USP) oferece um curso gratuito de programação para crianças e adultos em São Carlos (SP). Neste sábado (9), ocorre um evento de apresentação no campus às 14h. São 80 vagas disponíveis e as inscrições podem ser feitas no site do ICMC.

 

CLIQUE AQUI para assistir à reportagem!

jornal da usp

 

O projeto intitulado TSViz foi criado a partir da coleta de informações do Twitter e de vários posts armazenados numa base de dados. A ideia surgiu em 2013,  devido às inúmeras manifestações que ocorreram no Brasil, época em que diversos pontos de vista tomaram as redes sociais. A iniciativa foi planejada pelo Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI).

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

uol

Os androides já estão entre nós. Mas eles ainda são bem diferentes daqueles idealizados pelo filme "Blade Runner – O Caçador de Androides" (1982). Na ficção, o ano é 2019. Distinguir um androide de um humano é tarefa difícil. Eles foram criados para servir e substituir o homem em atividades de risco.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

Página 6 de 14