Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish

Prova de velocidade

pesquisa fapesp

 

 

Em um intervalo de poucos meses, o Brasil perdeu sete posições no ranking das nações com os maiores parques de supercomputadores. Em novembro do ano passado, o país ocupava a 10ª colocação, com seis máquinas entre as 500 com mais alto desempenho no mundo. Em junho deste ano, caiu para o 17º lugar, com quatro computadores. O melhor momento do país foi em 2004, quando teve nove representantes na lista. Os dois supercomputadores brasileiros que deixaram o ranking pertencem à Petrobras e ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Ambos seguem produzindo cálculos complexos e velozes, na casa dos trilhões de operações por segundo, e são indispensáveis para simular perfurações em campos de petróleo e produzir pesquisas sobre clima e previsões meteorológicas acuradas. Mas já não figuram na relação dos 500 mais velozes porque foram superados por outros de fabricação recente. Inaugurado neste ano, o computador mais veloz do mundo, o Sunway TaihuLight, da China, é capaz de realizar 93 quatrilhões de cálculos por segundo – desempenho três vezes superior ao do 2º lugar, o também chinês Tinhae-2. O país asiático tem 168 máquinas no Top 500, que é divulgado desde 1993 pelas universidades de Mannheim, na Alemanha, e do Tennessee, nos Estados Unidos.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

eptv logo

 

Cresceu muito o número de estrangeiros qualificados que vieram trabalhar no estado de São Paulo. Nos últimos 10 anos, o aumento foi de mais de 40%. É gente especializada, que muitas vezes vem pra estudar, e acaba entrando no mercado de trabalho.

 

CLIQUE AQUI para assistir à reportagem!

Pesquisadores da USP criam Estressômetro

rede familia

Um grupo de pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), câmpus de São Carlos, desenvolveram um programa de computador capaz de identificar o humor dos usuários.  

Os pesquisadores estão providenciando a patente do "estressômetro", em breve a tecnologia chegue ao mercado.

 

CLIQUE AQUI para assistir à reportagem!

ag fapesp logo alt

A ciência brasileira vivenciou nas últimas décadas, em todas as áreas do conhecimento, uma grande expansão. Esse crescimento pode ser observado tanto em relação ao número de mestres e doutores formados quanto ao de artigos publicados em revistas indexadas. O desafio agora é melhorar a qualidade e aumentar o impacto acadêmico e socioeconômico dessa produção científica.

Caminhos para alcançar esse objetivo foram debatidos por destacados membros do meio acadêmico que, a convite da FAPESP, estiveram reunidos no simpósio “Desafios para a Ciência e Tecnologia no Brasil”. O evento, realizado no dia 23 de novembro, integrou as comemorações do centenário da Academia Brasileira de Ciências (ABC).

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

 

 

ag fapesp logo alt

 

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) apoiados pela FAPESP, firmou parceria com duas instituições chilenas: o Centro de Estudios Avanzados de Fisiologia del Ejercicio (CEAFE) e o Departamento Deporte de Alto Rendimiento, do Instituto Nacional de Deportes, de acordo com a Assessoria de Comunicação do CeMEAI.

O acordo envolveu a entrega do módulo iSports – Chile Children, derivado do iSports, sistema desenvolvido pelos pesquisadores Francisco Louzada Neto, coordenador de transferência de tecnologia do CeMEAI, Anderson Ara, aluno de pós-doutorado do Centro, e Alexandre Maiorano, aluno de doutorado do Programa Interinstitucional de Pós-Graduação em Estatística (PIPGEs) da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

Trânsito em rede

pesquisa fapesp

 

Avanços recentes em áreas da tecnologia da informação e da comunicação estão ampliando as possibilidades de desenvolvimento de sistemas de transporte inteligentes. Muitos fabricantes têm investido na concepção de veículos com computador de bordo, dispositivos de comunicação sem fio, câmeras, sensores e sistemas de navegação que permitem a coleta de informações em tempo real sobre consumo de combustível, condições meteorológicas, entre outras. Diante das possibilidades de aplicação dessas tecnologias, um grupo de pesquisadores brasileiros desenvolveu um modelo computacional para ajudar a detectar, informar e gerenciar o tráfego de veículos em grandes cidades. O Incident, como foi batizado, baseia-se na troca de dados entre veículos por meio de uma rede Wi-Fi projetada especificamente para redes veiculares. O modelo não precisa de conexão com a internet e permite o intercâmbio de informações em tempo real sobre as condições de trânsito em cidades e rodovias.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

Peneira virtual

pesquisa fapesp

 

Peneira é o nome popular dos testes que os clubes de futebol promovem periodicamente em busca de talentos mirins para suas categorias de base. Dezenas, às vezes centenas de garotos são agrupados em um campo de futebol e distribuídos em diferentes equipes, que jogam umas contra as outras. Funcionários do clube observam os candidatos a jogador e, ao final de uma série de partidas de curta duração, separam os que eventualmente se destacam por algum motivo, como ser bom de drible ou ter noções de posicionamento em campo. Em geral, a escolha dos meninos depende essencialmente do “olho treinado” dos promotores da peneira para antever futuros craques.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

 

eptv logo

 

Pesquisadores do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da Universidade de São Paulo (USP) em São Carlos trabalham no desenvolvimento de um aplicativo para monitorar o Aedes aegypti. A tecnologia vai operar junto a uma armadilha que ajuda a mapear o mosquito fêmea, transmissor da dengue, chikungunya e do vírus da zika. O projeto é o único brasileiro a receber uma bolsa do governo norte-americano de 500 mil dólares (cerca de R$ 1,6 milhão) para pesquisas no combate às doenças.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

 

eptv logo

 

Em São Carlos, estudantes têm uma oportunidade de ajudar a resolver problemas das indústrias. Até sexta-feira, o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP faz o II Workshop de Soluções Matemáticas para Problemas Industriais.

 

CLIQUE AQUI para assistir à reportagem completa!

jornal unicamp

Um modelo matemático desenvolvido na Unicamp pode ajudar os produtores da avicultura de corte do país no melhor controle das condições climáticas às quais as aves são expostas dentro de um aviário. Desenvolvido pela matemática Denise Trevisoli Detsch, o modelo prevê, em tempo real, a temperatura interna do aviário, evitando o chamado estresse térmico do animal. Os ganhos são o bem-estar animal, aumento de produtividade, economia de energia e menor desgaste de equipamentos.

 

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa!

Página 9 de 14