Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Russian Spanish

Membros do CeMEAI buscam ampliar interação entre pesquisas

Membros do CeMEAI buscam ampliar interação entre pesquisas

Evento em Campinas também alinhou metas e traçou diretrizes para o CEPID

 

 

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) acaba de renovar por mais seis anos o financiamento ao CEPID-CeMEAI. E nos dias 20 e 21 de março em Campinas, no Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (IMECC), da Unicamp, os pesquisadores do Centro reuniram-se para discutir o tema.

No primeiro dia, o pesquisador principal José Mario Martinez Perez propôs um modelo diferente de reunião onde todos puderam expor trabalhos em andamento e buscaram cooperação para as pesquisas.

“A ideia do encontro foi reunir todas as pessoas do CeMEAI, inicialmente, para uma integração e propiciar a comunicação aos pesquisadores que têm trabalhos em comum. Criamos um canal para que a gente se manifeste sobre problemas que desconhecemos e, talvez, outros colegas tenham conhecimento. Dessa maneira, estamos criando um clima de confiança. Se estamos em algum congresso, por exemplo, ou algum outro evento falamos sobre coisas que sabemos e é pouco usual algum encontro onde possamos falar o que não sabemos. Foi muito bom porque revelamos que essa dinâmica é possível em nosso CEPID e imagino que vamos repetir, para resultar maior colaboração e maior integração e trabalhos em comum”, comentou Martinez.

Para a professora Helenice de Oliveira Florentino Silva, da Unesp de Botucatu, o modelo foi bem interessante. “Foi muito produtiva essa interação entre pesquisadores. Saio daqui com várias ideias, assim como técnicas que desenvolvi que cabem em trabalhos apresentados e já propus cooperar. Vi alguns caminhos para problemas difíceis de serem resolvidos também”, disse.

O segundo dia do encontro foi dedicado a apresentações de relatórios e números de desempenho, bem como discussão do novo orçamento aprovado e diretrizes de trabalho.

“O CeMEAI como um centro de pesquisa que busca basicamente compartilhar experiências e fortalecer a matemática e seu uso na indústria, precisa manter constante contato entre seus pesquisadores, alunos e colaboradores. Encontros como este, nos auxiliam a alinhar metas e aprofundar o conhecimento das necessidades dos demais grupos de pesquisa. Além disso, permite aos alunos que realizam pesquisas para o CeMEAI uma relação mais próxima com a gama de atividades interdisciplinares do projeto. Por esta razão, empenhamos muito esforço na realização anual de encontros dos pesquisadores do Centro”, finalizou José Alberto Cuminato, diretor do CeMEAI.

 

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar, IMECC-UNICAMP, IBILCE-UNESP, FCT-UNESP, IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

 

Raquel Vieira - Comunicação CeMEAI

 

Mais informações

Assessoria de Comunicação do CeMEAI: (16) 3373-6609

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Última modificação em Terça, 26 Março 2019 17:49